Pedido de desculpas da EPTV de Ribeirão Preto

A Defenda PM – Associação dos Oficiais Militares do Estado de São Paulo em Defesa da Polícia Militar – vem a público para reconhecer o pedido de desculpas da EPTV de Ribeirão Preto, que admitiu a forma inadequada com que tratou a morte do Soldado Erick Henrique, em ocorrência policial na cidade de Guariba.A imprensa possui inestimável papel na formação da opinião pública e uma mensagem equivocada pode trazer problemas sérios não só à imagem das instituições, mas, principalmente, à própria sociedade.

A nobre atitude da emissora revela a seriedade com que costumeiramente trata o jornalismo. Equívocos acontecem, sobremaneira em apresentações ao vivo, mas o reconhecimento e a correção revelam profissionalismo e a preocupação com a função social da imprensa.

JORNALISMO CONSCIENTE

 

(*) Luiz Eduardo Ulian Junqueira

 

O jornalismo consciente nada mais é do que divulgar um comentário, uma visão, uma posição atual de forma responsável, pensando nas consequências de seus atos sobre a sociedade e sobre o grupo de pessoas que a recebe a notícia.

Trata-se de pensar se a sociedade ou grupo realmente precisam daquela notícia que está sendo divulgada, se talvez, não haja uma forma diferente, mais humana, que possa ser utilizada no lugar de notícias descartáveis e, também, acima de tudo, se quem recebe a notícia não está necessitando do seu apoio.

Essa maneira de pensar é buscar desfazer a triste realidade da divulgação desenfreada de notícias, onde o que importa é apenas o quanto se divulga, vende e compra e não o como.
Basicamente, significa adotar um estilo de jornalismo menos consumista e mais consciente, ou seja, viver com menos para alcançar mais respeito, mais liberdade, mais apoio.

Aliás, por falar em apoio, no momento de sua morte, o Sd PM Erick Henrique  servia e apoiava a sociedade paulista na cidade de Guariba, situação que, infelizmente, pessoas apenas que cultuam a simplicidade voluntária, livre de sensacionalismo, conseguirão entender.

A forma como foi divulgada a morte de um Herói da Polícia Militar do Estado de São Paulo pela rede globo da região de Ribeirão Preto, nesse momento, não merece o apoio de uma categoria de profissionais que dedica sua vida para Servir e Proteger.

 

(*) É Capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Comandante da 4ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Rodoviária e Associado da DEFENDA PM

 

NOTA DE REPÚDIO À MATÉRIA EXIBIDA PELA EPTV RIBEIRAO PRETO (REDE GLOBO)

(*) Humberto Gouvêa Figueiredo

Na qualidade de Comandante do Policiamento do Interior – 3, consciente dos meus atos, gostaria de registrar a minha indignação em relação à Emissora de Televisão que reproduz os sinais da Rede Globo na região de Ribeirão Preto (EPTV Ribeirão) pela forma como noticiou o fatídico evento que ceifou a vida de mais um Herói da Polícia Militar, o Sd PM Erick Henrique, que servia à sociedade paulista na cidade de Guariba, covardemente assassinado por criminosos em 13/3/17, quando atuava em ocorrência de roubo a carro forte havido na vicinal que liga Jaboticabal a Barrinha. 

Como se pode verificar no vídeo, a jornalista, em tom irônico, atribui a morte do policial militar como tendo sido ele mesmo o responsável, já que, segundo ela, os bandidos “não tinham a intenção de matar ninguém, pois tinham poupado a vida dos vigilantes”. Lamentável uma emissora que prega “padrão de qualidade” tratar com tanto desrespeito o único segmento social que expõe a risco sua vida na defesa de quem sequer conhece.

Desconsiderar a dor de uma mãe e um pai que perdeu seu único filho e de uma noiva que viu partir o amor da sua vida merece um só sentimento: INDIGNAÇÃO! Em nome dos quase 4 mil policiais que comando, registro o meu repúdio a esta emissora. 

(*) É Coronel da Polícia Militar, Cmt do CPI-3 – Região de Ribeirão Preto – e associado da Defenda PM