CALA A BOCA BORIS!!!

A DEFENDA PM e todos os Oficiais que ela representa vêm a público externar a indignação pelas palavras ditas pelo Jornalista Boris Casoy, no Jornal Rede TV News de 08/08, quando da reportagem sobre a morte da policial militar Juliane Santos.

O jornal noticiava a prisão de mais um suspeito de participação no brutal assassinato daquela jovem policial havido na Comunidade Paraisópolis, na cidade de São Paulo, quando ao final da matéria, de forma vil e preconceituosa, o jornalista disse: “espero que não haja vinganças dos amigos dessa PM assassinada”.

Ora senhor Boris Casoy, já sofremos tanto preconceito por parte da mídia e desrespeito dos governantes, que num momento de dor da família policial-militar e da família de sangue de Juliane, é inadmissível e desnecessário um comentário jocoso como o seu. E, diga-se de passagem, não somos apenas amigos da PM assassinada. Somos irmãos de farda dela.

O mínimo que exigimos e merecemos é respeito. Não nos acuse de maneira vil como fez. O senhor é um cidadão que deve ter ética na transmissão da informação jornalística e em seus comentários.

Enquanto a sociedade de bem está estarrecida com brutal assassinato, seria melhor calar a boca a dizer o que disse.

Afinal, Deus nos deu, sabiamente e divinamente, dois olhos, dois ouvidos e uma só boca.

E sabe por que, senhor Boris?
Para que enxerguemos e ouçamos bastante, mas falemos pouco e somente o necessário.

E já que o feitiço às vezes volta-se contra o feiticeiro: o que o senhor fez É UMA VERGONHA!!!

Prezados associados: assistam ao vídeo abaixo.

DEFENDA PM! JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!