NÃO PERCAM A CONTA: MAIS UM PM FOI MORTO…

(*) Humberto Gouvêa Figueiredo

Algo que só não seria anormal numa situação de guerra se repete: na madrugada de hoje mais um policial militar foi morto no exercício de suas funções.

O Cabo PM Marco Antonio Mendonça Barreto, que servia na cidade de Itapecerica da Serra, área do 25º BPM/M, foi morto em decorrência de um atropelamento causado por um criminoso ocupando uma motocicleta.

O policial e seus companheiros tentavam a abordagem de ocupantes de duas motocicletas que eram produtos de crimes; depois de conseguirem fazer a contenção de um dos veículos, o segundo, conduzido por um criminoso, atropelou o policial militar, causando-lhe traumatismo craniano, o que o levou à morte.

A nossa “fábrica de heróis” produziu mais um…

Que bom seria que fosse o último….mas infelizmente é “apenas mais 1… um outro número que se somará aos que já partiram…

Muito provavelmente pouco se comentará a respeito do assassinato do Cabo PM Barreto: talvez nos telejornais se fale bem rapidamente que um PM foi atropelado e morreu…talvez nas páginas dos jornais, em letras bem minúsculas e lá no cantinho de baixo da página apareça uma breve nota…quem sabe na internet, num site de notícias, seja apresentada uma mensagem curtinha, dizendo apenas que um policial foi atropelado, sem dar mais detalhes…

Mais a pergunta que deixo é a seguinte: e se fosse o PM que tivesse atirado no criminoso??? Não tenho dúvida alguma, a postura seria completamente diferente!!!

A conclusão que resta, com muita tristeza no coração, é a de que a sociedade já se acostumou com esta triste realidade: morrer PM em serviço já não é surpresa para ninguém….

Tristes dias….

(*) É Coronel da Polícia Militar de São Paulo,

Comandante da Escola Superior de Soldados e Associado da Defenda PM