JORNALISMO CONSCIENTE

 

(*) Luiz Eduardo Ulian Junqueira

 

O jornalismo consciente nada mais é do que divulgar um comentário, uma visão, uma posição atual de forma responsável, pensando nas consequências de seus atos sobre a sociedade e sobre o grupo de pessoas que a recebe a notícia.

Trata-se de pensar se a sociedade ou grupo realmente precisam daquela notícia que está sendo divulgada, se talvez, não haja uma forma diferente, mais humana, que possa ser utilizada no lugar de notícias descartáveis e, também, acima de tudo, se quem recebe a notícia não está necessitando do seu apoio.

Essa maneira de pensar é buscar desfazer a triste realidade da divulgação desenfreada de notícias, onde o que importa é apenas o quanto se divulga, vende e compra e não o como.
Basicamente, significa adotar um estilo de jornalismo menos consumista e mais consciente, ou seja, viver com menos para alcançar mais respeito, mais liberdade, mais apoio.

Aliás, por falar em apoio, no momento de sua morte, o Sd PM Erick Henrique  servia e apoiava a sociedade paulista na cidade de Guariba, situação que, infelizmente, pessoas apenas que cultuam a simplicidade voluntária, livre de sensacionalismo, conseguirão entender.

A forma como foi divulgada a morte de um Herói da Polícia Militar do Estado de São Paulo pela rede globo da região de Ribeirão Preto, nesse momento, não merece o apoio de uma categoria de profissionais que dedica sua vida para Servir e Proteger.

 

(*) É Capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Comandante da 4ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Rodoviária e Associado da DEFENDA PM

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *